Conversa com o grafiteiro Binho Ribeiro | Street
iG

Publicidade

Publicidade
06/09/2008 - 19:51

Conversa com o grafiteiro Binho Ribeiro

Compartilhe: Twitter

Binho Ribeiro, grafiteiro veterano, é um dos idealizadores da Bienal de Grafite que aconteceu em Belo Horizonte, e, pela segunda vez, é o grafiteiro oficial do GAS Festival. Ele tem a invejável função de grafitar a cenografia do evento ao vivo, enquanto as bandas e esportistas se apresentam.

Binho contou que organizar a Bienal foi a realização de um sonho, porque muitas pessoas não teriam contato com a arte de rua se não fosse por esse tipo de evento, que “aproxima mais os artistas do público, e leva a arte do gueto a todas as pessoas, porque aqui elas podem ter um contato direto, ver de perto o que o artista está fazendo.”

Para ele, tanto a Bienal quanto o GAS Festival “ajudam o grafiteiro e o skatista a serem mais valorizados”. Dar mais visibilidade à arte de rua é muito importante para Binho: ” Todo artista sofre preconceito até ter o seu reconhecimento, e com os grafiteiros não é diferente”, opinou ele. “Além de ser uma conquista, poder realizar eventos como esses mostra que a cada dia que passa o grafite vem sendo mais reconhecido como uma arte de verdade e ganhando respeito“.

Mas o objetivo de Binho não é tornar a arte de rua idêntica em tudo às artes tradicionais. Ele vê uma grande qualidade na atitude dos artistas de rua, que só agora começam a ganhar espaço em galerias e publicações: “A humildade. Na Bienal [de grafite], independente de ser um grafiteiro consagrado ou não, todos têm o mesmo espaço.

Sobre a polêmica entre grafite e pichação, ele é conciliador: “Não existe rivalidade entre grafiteiros e pichadores. Todos respeitam e admiram o trabalho um do outro”.

Autor: Redação - Categoria(s): Hip hop, street art Tags: , ,

Ver todas as notas

10 comentários para “Conversa com o grafiteiro Binho Ribeiro”

  1. suzeti aparecida mazzarella disse:

    maravilha esses trabalhos adorei parabens

  2. Gustavo Costa Ferreira disse:

    E ae!
    Puxa, muito bom seu trampo. Tenho uns trampos também no:
    http://www.gustavocostaferreira.com.br

    Se puder, entra lá. Valeu!!

  3. Ow sow Fernando Henrique de Caldas Novas Teein jeito de vs me mandar umas Letras ae ‘ ?

  4. alex disse:

    É isso Ai binho Continui cm o seu trabalho
    Parabens

  5. vandete gomes disse:

    oi Binho , parabens pelos os seus trabalhos que para mim e uma arte
    sou estudante de desing das faculdades pitagoras de montes claros e gostaria de tracar umas ideias com vc sobre fratite pois estou fazendo
    a minha manografia com o tema a arte como uma intervencao urbana
    e uma maneira de espressar essa intervencao e atraves do grafite.
    espero que vc responda.

  6. Camila disse:

    Estou precisando de um professor para ministrar aulas de grafite para jovens de 12 à 16 anos em um projeto social. Se puder fazer o favor de me passar alguma indicação agradeço. Obrigada.

  7. rafael disse:

    velho vc é o cara

  8. carlos andré disse:

    parabéns pelos trampos!!! eu tambem graffito, depois te mando uns trampos para vc ver.

  9. PAULO REZENDE disse:

    Sr. Binho, primeiro parabéns pelo seu gesto de doação de sua obra para o Leilão beneficiente das Casa Taiguára. Sou médico e adquirí aquele belíssimo grafite que espero instala-lo na minha clínica como não possuo conhecimentos técnicos, vc poderia me sugerir como faço suporte pra isso, me preocupa o peso e a manutenção da lona.

    abraço e mais um vez parabèns

  10. mapige disse:

    binho seu trabalho fala da gente brasileira e dos espaços (inter)culturais da contemporaneidade… sao excelentes! mas tenho uma pergunta para vc. qual a ideia que configurada na tag, ou melhor, na tesoura voadora ou barata voadora… o que leva a grafar este desenho como sua tag…

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo