AB InBev negocia uma das maiores fusões da história | Guilherme Barros

Publicidade

quinta-feira, 6 de outubro de 2011 Empresas | 06:01

AB InBev negocia uma das maiores fusões da história

Compartilhe: Twitter

A AB InBev, principal cervejaria global, está perto de fechar o que pode ser um dos maiores negócios do mundo.

A cervejaria, liderada pelos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles, negocia a compra da SABMiller, a segunda maior cervejaria do mundo.

O negócio gira em torno de US$ 80 bilhões.

Se for fechada, a negociação dará à AB InBev – controladora da Ambev – um terço do mercado de cerveja do planeta.

A AB InBev e a SABMiller são complementares. Somente na China e nos Estados Unidos poderá haver sobreposição de negócios. Mas, nas outras regiões do mundo, as atividades das duas gigantes são complementares.

A AB InBev não esconde seu poderio financeiro.

Três anos depois de ter comprado a Anheuser-Busch, dona da marca Budweiser, a companhia já quitou o montante que estava previsto para ser pago em cinco anos.

Com isso, a empresa já tem caixa para novas aquisições.

Uma das características do trio que comanda a cervejaria é o apreço por fazer negócios em tempos de crise.

O primeiro grande passo dos sócios foi a compra da Brahma, às vésperas da primeira eleição direta no País. Apavorados com a ideia de Luiz Inácio Lula da Silva vencer o pleito, os donos da Brahma venderam a cervejaria a um preço abaixo do mercado.

Mas, naquele ano, Lula foi derrotado nas urnas por Fernando Collor de Mello.

Em 1999, em meio a uma forte desvalorização do real, a Brahma se uniu à Antarctica, criando a Ambev.

Cinco anos mais tarde, a empresa fechou a compra da cervejaria belga Interbrew.

Em 2008, em meio ao estouro da crise mundial, a Ambev fechou a compra da Anheuser-Busch.

E agora, enquanto os países desenvolvidos se veem em uma nova turbulência global, a companhia pode fechar o maior negócio da história.

Autor: Guilherme Barros Tags: , ,

92 comentários | Comentar

  1. 92 Moises 10/10/2011 0:13

    Falar de fusão é mole! Quero ver falar de participação de lucros para os seus funcionários…..

    Responder
  2. 91 joaquim 07/10/2011 5:56

    A Ambev só entra em crise uma vez por ano, na reunião de acordo coletivo. Só quem trabalha nela sabe.

    Responder
  3. 90 SABMiller jumps 5% on talk of $80bn AB InBev bid | Finance Finder 07/10/2011 4:44

    [...] story, which has done the rounds before, appears to have originated in a blog post by a Brazilian journalist. With some scepticism in the City SAB shares have come off their highest level, having touched [...]

    Responder
  4. 89 FTSE soars 3.7% on QE news, while Invensys climbs on renewed bid talk | Finance Finder 07/10/2011 4:44

    [...] the brewer currently in the process of buying Australia’s Fosters. Seemingly prompted by a story on a Brazilian website, SAB jumped 147.5p to 2247.5p – up 7% – on the suggestion of a possible $80bn bid from [...]

    Responder
  5. 88 douglas 06/10/2011 17:11

    Um abraço a todos os alcoólatra degustador de cerveja que escreveram comentários sobre a breja , a vantagem de tomar cerveja que você é um alcoólatra disfarçado isto é legal , já o consumidor da pinga ele é discriminado diante de todo tipo de alcoolismo sem mais muito obrigado por poder manifestar a minha opinião RSRSRSRSRS…

    Responder
  6. 87 Luis 06/10/2011 17:03

    Por acaso na nova gramatica estava previsto mudar AUMENTO para ALMENTO??

    Responder
  7. 86 juarez sales 06/10/2011 16:54

    A Brahma não se juntou a Antartic para formar a Ambev. Foi uma compradisfarçada, que por lei era vetado, porque a Antartica era uma fundação, e não era permitida a venda, alem de ter sido imoral e acabou com a cocorrencia no país.

    Responder
  8. 85 carlos 06/10/2011 16:45

    adoro a cerveja brasileira… igual a ORIGINAL da Antártica, não existe!!! rsrs

    Responder
  9. 84 Luiz Carlos 06/10/2011 16:43

    Gente estava lendo os comentários ai abaixo o pior de tudo é ver pessoas escreverem aumentar o preço com L (almentar ) aff !! ta mal de português hein !! Mas falando serio isso é ruim pq no mercado iria diminuir mto os concorrentes ou seja um monopólio das marcas !!

    Responder
  10. 83 Wederson 06/10/2011 16:40

    Meu caro amigo, brasileiro tem de tomar pra dentro msm, vai la pra fora bebe uma cervejinha, local em qlq lugar desse planeta e depois, quero ver vc vim falar que cerveja do Brasil e ruim… pra começo de conversa eles acham que cerveja não pode estar muito gelada para não perder o sabor… sinceramente, quero mais q venha trincando, sou Brahmeiro, ao extremo, e odeio pessoas que gostam de falar mal de coisas do Brasil, caso queiram fiquem a vontade para sumir daki, e vao tomar suas cervejinhas, com gosto de chocolate e café la na ksa do cachaprego… “O pior de todos os defeitos do brasileiro, é achar que os mesmos não são bons o suficiente”

    Responder
  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última
  8. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios