Marina Silva surpreende na reta final e pode gerar segundo turno, diz Instituto Análise | Guilherme Barros

Publicidade

terça-feira, 28 de setembro de 2010 Eleições | 17:20

Marina Silva surpreende na reta final e pode gerar segundo turno, diz Instituto Análise

Compartilhe: Twitter

Em previsão recente feita pelo Instituto Análise, de Alberto Almeida, a candidata do Partido Verde à Presidência, Marina Silva, conseguiu provocar um “fato novo e completamente inesperado”, na reta final da campanha eleitoral: a ex-ministra de Lula cresceu nas últimas pesquisas de intenção de voto e pode romper a vantagem de 15 a 20 pontos percentuais que vinha apontando Dilma Rousseff (PT) como potencial vitoriosa no primeiro turno frente a José Serra (PSDB).

O Instituto Análise ainda compara esse inesperado crescimento de Marina ao de outros candidatos de disputas anteriores, que também concorriam pela primeira vez e representavam uma terceira via de opções junto ao eleitorado: Ciro Gomes (à época no PPS) em 1998, e Anthony Garotinho (então PSB) em 2002. Ambos tiveram aproximadamente 12% dos votos no primeiro turno, patamar em que o Análise acreditava, no início da campanha deste ano, que iria se repetir com Marina.

A recente subida da candidata acreana, porém, mudou o cenário: “Com o crescimento inesperado de Marina a eleição caminha para o segundo turno”, diz Almeida.

(Guilherme Barros e Cristiano Zaia)

Autor: Guilherme Barros Tags:

1 comentário | Comentar

  1. 1 Marcio 28/09/2010 17:24

    Ótimo. A democracia precisa de 2o turno e eu acho que a “máscara” da Dilma, que é uma candidata pré-fabricada que caiu de para-quedas nesta eleição, não consegue se sustentar no 2o turno. O povo Brasileiro vai “cair na real” e eleger quem é preparado para administrar este Brasil Complexo, quem tem história politica e não foi “patrocinado” por ninguém. Nós não somos uma Venezuela!!!!

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios